Poetas 3 x 4

José Manuel Barbosa

                                       Galiza



Diz-se-nos habitualmente

Que quotidianamente

É que a mente

Mente.

Mas, diz-se também que absolutamente

Quem mente

É o coraçom.

Mas eu somente

Sei quando o coraçom sente

Embora nom, quando sente

A mente.

Se for assim, eu já duvido totalmente

Se a final e realmente

Quem é quem mente;

Se é o coraçom,

Se é a mente.

Irresolutamente,

A dúvida faz-me morrer eternamente.

Infelizmente.
 



Quero fugir de ti

Mas nom podo

Porque te levo comigo

No meu peito gasoso.

 

Desejo esquecer,

Mas tirar-te

Do meu peito

É como descarnar-me

Com cutelo.

 

Vejo-te nas paredes,

Vejo-te nas pegadas,

Vejo-te na chuva,

Vejo-te na minha almofada,

Vejo-te no meu carro,

Vejo-te no espelho,

Vejo-te neste poema...

 

Daria, portanto, anos de vida

Por umha amnésia total,

Por esquecer os teus olhos de erva,

Por esquecer os teus lábios de esponja,

Por esquecer os teus cabelos de alga,

Por esquecer os teus peitos de nuvem,

Por esquecer o teu sexo sorridente;

Mas é impossível

Deixar de ver o teu rosto

Quando desligo a luz

Do meu quarto

Onde me diluo.

 

Foche negro silêncio,

Foche mentira,

Foche veneno,

Foche prelúdio

Da sinfonia da amargura

Deste ser enfermo

De inocência.

 

Continua, portanto,

Na tua nave

À deriva

Onde a noite fica presa

Por bastardos de papel,

E deixa-me a mim em terra.

Nesta terra erma

Que morre de solidom.
 



José Manuel Barbosa é poeta, professor de E.F. do liceu de Bande Aquis Querquernis.
É estudante de História pola UNED. Membro da AGAL desde 1984.
Professor de galego da norma AGAL em várias cidades e vilas de Galiza desde 1985.
É autor de "Ámago ou Mágoa", poesia e do livro "Curso Prático de Galego".
Publicou vários trabalhos na revista AGALIA.
 


Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm

Voltar para Poetas 3 x 4



home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    teatro    concursos

páginas pessoais      agenda poética      poetas no you tube      entrevistas      histórico

Clique e entre




www.almadepoeta.com

Alma de Poeta
 
© Copyright 2000 / 2007 by Luiz Fernando Prôa